23.7.09

Hablas con mi putas tristes!

Quando Pablo e Lívia chegaram em Madri, olharam no mapa para se certificar onde era o hostel que eles iriam se hospedar por 6 dias.
Depois de tanto que desceram e subiram as escadas do metrô com suas várias baldiações, eles chegaram na estação Callao com imensas malas. Sairam do metro, atravessaram a Gran Via e entraram numa ruazinha com diversas prostitutas.
- Uhm, reservamos um hotel cheio de putas. Reclama Pablo.
- Deve ser só rua. Responde Lívia - Cada puta feia, né?
Na verdade o hostel era bom, apenas a rua com suas putas enfeiava o lugar.
Todas as vezes que eles saiam, reclamavam das putas. De forma até preconceituosa.
Um belo dia, as 8 da manhã, os dois saem e escutam uma prostituta falar para outra:
- Cara, aquele cara é grosso... Puta que pariu!
Pablo olhou para Lívia e disse:
- Meu Deus, ela é brasileira!

2 comentários:

Renata Mielli disse...

hahahahahahahahahahahahahahahaha

sandra disse...

hahahahahah Essa história lembra um dejavue, hein?